Compro ou não compro o que eu quero?



Tornou-se cada vez mais importante entender quais são os pensamentos, sensações e emoções que estão “por trás” do ato de consumir, de comprar ou adquirir produtos e serviços de forma exagerada.

Muitas pessoas adquirem produtos pois necessitam de fato daquilo. Outras, por sua vez, compram ou gastam para se recompensar ou então para preencher vazios, normalmente associados ao sentimento de solidão. Nos dois últimos casos, percebe-se que comprar motivado por compensação emocional, aumenta potencialmente os sentimentos anteriores, gerando mais prejuízos.

Por exemplo, se uma pessoa compra algo somente por status ou para camuflar sentimentos que não consegue lidar, a princípio sente uma grande satisfação, um prazer imediato, porém, isso passa rapidamente e traz à tona todas as sensações, ou seja, não só ajuda como potencializa o problema atual.


E o que fazer?


Tente perceber como anda seu mecanismo de recompensa/compensação. Analise suas compras e por qual motivo você faz elas. Não se torne refém de seus pensamentos.

Endereço:

Agendamentos:

Espaço Naturaleza 
Av. Patrício Lima, 2043

Humaitá de Cima, Tubarão/SC

Psicóloga

Jéssica Constantino de Paula

© 2021

  • Preto Ícone YouTube
  • Curta minha página no Facebook
  • Siga-me no Instagram
WhatsApp